8 de dezembro de 2011

Sorrindo com o fígado.


E eu estava pensando na tal da identidade visual do meu casamento.
E como eu não sabia muito bem o que era, primeiro decidi procurar um conceito, e olhem só:


Personalizar o casamento significa deixá-lo com a sua cara, certo? Mas é tanta coisa bonita que a gente vê por aí que fica difícil manter o foco e a coerência. Em meio a tantas escolhas, corremos o risco de misturar diferentes estilos que nada têm a ver entre si. Daí a importância de criar uma identidade visual do casamento. A identidade visual é a responsável por padronizar e harmonizar todos os elementos visuais da festa, de convites e lembrancinhas à menus e tags. Isso inclui a escolha das cores, grafismos e ilustrações, para que todos os detalhes combinem com a decoração. Esta é a marca da sua festa.


Caramba, é realmente muita coisa para ser decidida. Aliás, eu comecei a procurar mais sobre esse assunto porque estou às vésperas de me decidir sobre o contrato de decoração (embora ainda não tenha fechado os de fotografia e filmagem - esperando noivo chegar das terras geladas de Curitiba para nosso maravilhoso recesso judiciário e contratações), e bom, não dá para escolher o decorador sem saber se ele é capaz de criar um ambiente como eu gostaria, com a temática que eu desejo, certo?

Procurei algumas referências sobre a aplicação da identidade visual de casamentos na prática e bom, há pessoas que personalizam absolutamente tudo. Desde a guardanapos até papel higiênico, passando pelo kit banheiro e tags de carros. Cada um tem seu estilo e seus limites e os meus são mais financeiros que criativos.

Realmente, vários desses detalhes deixam a festa bem interessante, mas a questão é que eu ainda não sei muito bem o quero a respeito de tudo isso.

Então cheguei a conclusão, mais palpável, de que eu preciso primeiro decidir qual o estilo de festa que desejo, e preciso ter algumas ideias interessantes prontas aqui na minha cabecinha pouco convencional antes de contratar a decoração, escolher as flores, e mesmo o vestido. (E embora eu deva admitir que tenho uma pasta no meu computador com vários vestidos lindos, sou tão descaradamente sistemática que para alguém que não conhece vestidos todos eles são bem parecidos, ou seja, já está escolhido e eu nunca entrei em uma loja sequer de vestidos de noiva - cabeçaduramodeon).

Mas o que vem antes do estilo do casamento?

Eu acho que vem a pergunta: como você quer, afinal, que seus convidados se sintam?

Um casamento clássico e cheio de mimimi definitivamente não combina comigo, embora eu seja bastante tradicional em minhas decisões, o que eu sei, são conceitos diferentes.

Quero que meus convidados se divirtam. Bebam muito, comam muito, dancem muito, riam muito. Riam de tudo, deles, do noivo, da noiva, do tempo. Da vida. Eu certamente estarei rindo de tudo, inclusive deles.

Já fui a tantos casamentos sem alma. Casamentos em que se cumpre uma convenção social, e os noivos até sorriem, mas definitivamente não com o fígado [alguém lembrou do Ketut aí?]
E então o casamento caríssimo ficou... sem graça.

E eu quero que meus convidados sorriam com o fígado.
Vamos ver se consigo transformar isso em símbolos, cores, escritos, imagens, flores, kit's...

Pergunta: vocês já decidiram isso? Com quanto tempo de antecedência?

8 comentários:

Carolina disse...

Sabe que esse foi um item que me tirou o sono por pouco tempo?
Assim que comecei a visitar blogs e ter acesso a todo esse mundo de informações, achei que era imprescindível. Depois parei pra pensar um pouco, conversei com o Elmo e ele perguntou:
"- Mas você quer realmente criar uma logomarca pro nosso casamento?"

Desencanei.

Descobri que somos "bobões" sim, mas pendendo pro tradicional. Será tudo branquinho e vai ter a nossa cara mesmo assim! =D

Beijão!!!

Géssica (Kinha) disse...

O post é bem grandinhooo, entao não li, mas mesmo assim resolvi passar em seu cantinho e desejar um otimo restinho de semana!
Um beijooo
=)

Rafaela Naves disse...

Adorei!! Eu não tenho bem uma identidade visual, mas o casamento segue uma linha... o dinheiro tbm faltou!!!

Bjosss

Glaucia disse...

O contrato da decoração foi o primeiro que fechei (depois de reservar o local).
Ainda não sei o estilo! Estou perdida igual a vc, e cada fez que vejo uma idéia, fico perdida!
Fechei o contrato justamente por saber que esses decoradores poderão me auxiliar e tem capacidade de fazer o estilo que eu quizer.
Muito difícil isso...

Sonica disse...

Esse casamento promete, em menina? Com tantos cuidados, vai ser demais, com certeza!
Bjs,

Larissa disse...

Seu casamento se for feito por vc e com carinho com certeza terá a sua cara, esteja ela estampada no papel higienico ou não...rs
O decorador tem é que embarcar nas suas ideias, dar sugestões e fazer acontecer...
Bjos

Aline V. Melo disse...

é detalhe demais né não!!!! rs

Mas no fim tudo vale a pena... o dia mais importante da sua vida tem que ser perfeito!!!

=]

Beijãooo

casamentobasico disse...

Nossa, eu estou sofredo com essa tal de identidade visual, já mudei 30 mil vezes uiiii exagero, mas foi quase.
O problema é que um dia penso uma coisa, no outro encontro outra e olha que só faltam 5 meses para eu casar, to aqui tentando resolver isso, uma hr vai ter que dar certo de qualquer jeito kkkk...
Amei seu blog.
Beijinhos
Marisa